Por Que Deus Permite o Mal

Opinião dos Consumidores:0
Por Que Deus Permite o Mal
Paramahansa Yogananda nos explica a razão para a existência do Bem e do Mal, e nos ensina a superar as circunstâncias desafiadoras da vida
Autor: Paramahansa Yogananda
Editora: Self-Realization Fellowship
Idioma: Português
+ Leia Mais

Por: R$ 26,00

Preço a vista: R$ 26,00

Comprar

Disponibilidade

Entrega em 3 dias úteis para São Paulo, SPPrazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

Aproveite e Compre Junto

por-que-deus-permite-o-mal

Por Que Deus Permite o Mal

+ para-ser-vitorioso-na-vida

Para ser vitorioso na vida

=

R$ 46,80

Por apenas 1x de R$ 46,80

Economize: R$ 5,20

Comprar

Veja mais Coleção Yogananda

por-que-deus-permite-o-mal

Por Que Deus Permite o Mal

+ intuicao

Intuição: Orientação da Alma para as Decisões da Vida

=

R$ 46,80

Por apenas 1x de R$ 46,80

Economize: R$ 5,20

Comprar

Veja mais Coleção Yogananda


Especificações

InformaçõesEm todo o mundo, filósofos e estudiosos da religião têm procurado responder a esta pergunta: Por que um Deus amoroso permite o mal? Nestas páginas, Paramahansa Yogananda explica os mistérios do drama divino e a razão para a natureza dualística da criação – a interação entre o bem e o mal –, além de oferecer seus ensinamentos para superar as circunstâncias mais desafiadoras da vida.
“Quem é seduzido pela ilusão para desempenhar o papel de vilão precisa sofrer o triste destino cármico do vilão, enquanto o herói recebe o prêmio consagrado da sua virtude. Conhecendo esta verdade, precisamos evitar o mal; ao nos tornarmos bons, acabamos ascendendo ao elevado estado divino – para além do bem e do mal.”. Paramahansa Yogananda, Por Que Deus Permite o Mal
Sobre o AutorParamahansa Yogananda nasceu em 5 de janeiro de 1893, com o nome de Mukunda Lal Ghosh, em Gorakhpur, Índia. Na juventude, ele procurou muitos santos e filósofos da Índia, esperando encontrar um mestre iluminado que o guiasse em sua busca espiritual.
Em 1910, com a idade de dezessete anos, ele conheceu o venerado sábio indiano Swami Sri Yukteswar, em cujo eremitério passou a maior parte dos dez anos seguintes. Em 1915, tornou-se monge da Ordem Monástica dos Swamis da Índia, e recebeu o nome de Yogananda (que significa bem-aventurança, ananda, por meio da união divina, yoga).
Yogananda iniciou o trabalho de sua vida em 1917, com a fundação da escola How-To-Live (“arte-de-viver”), em que modernos métodos educacionais combinavam-se com treinamento em Yoga e educação nos ideais espirituais. Ao visitar a escola em 1925, Mahatma Gandhi escreveu: “Esta instituição causou uma profunda impressão em minha mente”. Anos mais tarde, a pedido do Mahatma, Yogananda o instruiu e a vários de seus seguidores na ciência espiritual de Kriya Yoga, durante uma viagem de retorno à Índia, entre 1935-36.
Yogananda foi para os Estados Unidos, em 1920, a pedido de Mahavatar Babaji, primeiro da sua linhagem de mestres, para ser representante no Congresso Internacional de Religiosos Liberais, que se realizaria em Boston. Nesse mesmo ano, fundou a Self-Realization Fellowship, para disseminar seus ensinamentos em todo o mundo. A vinda de Paramahansa Yogananda à América marcou o começo de um grande interesse, no Ocidente, pela sabedoria espiritual do Oriente. Ele foi aclamado pai da Yoga no Ocidente pelo papel pioneiro em ensinar em uma linguagem acessível a antiga filosofia iogue da Índia e suas técnicas científicas de meditação.
No decurso dos anos de 1930, Yogananda começou a afastar-se um pouco das extensas conferências públicas, a fim de dedicar-se mais a seus escritos, fundar centros de meditação da Self-Realization Fellowship e estabelecer uma sólida fundação para o futuro de sua obra humanitária e espiritual. Sob sua direção, a orientação e as instruções que ele transmitira pessoalmente aos estudantes de suas classes foram organizadas em uma série completa de lições para estudo por correspondência.
A vida de Yogananda é narrada no clássico AUTOBIOGRAFIA DE UM IOGUE, considerado um dos cem melhores livros espirituais do século vinte, e continua a ser uma das obras mais importantes sobre a Yoga e o pensamento espiritual do Oriente.
Paramahansa Yogananda faleceu em 7 de março de 1952, em Los Angeles, logo após um discurso pronunciado em um banquete em homenagem ao Embaixador da Índia nos Estados Unidos, onde enfatizou a importância da união entre todas as religiões.
Para maiores informações sobre a vida e obra desse grande mestre, além de instruções de como pedir as lições e se tornar um estudante de meditação das técnicas difundidas por Paramahansa Yogananda, acesse o site internacional da Self-Realization Fellowship em português: http://www.yogananda-srf.org/Default.aspx?LangType=1046

Opinião dos Leitores