Baby-Led Weanig: O Desmame Guiado Pelo Bebê

Código: 9788569404088 Marca:
R$ 62,00 R$ 37,20
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 37,20 Boleto Bancário
  • R$ 37,20 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Aura, Hipercard, Elo
  • R$ 37,20 PayPal
  • R$ 37,20 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

"Livro da consultora britânica em saúde Gill Rapley que orienta desmame conduzido pelo próprio bebêganha versão brasileira pela Editora Timo. Autora virá em novembro ao Brasil para encontros compais e profissionais de saúdePara muitos pais, a hora da refeição dos filhos pequenos é um pesadelo: o aviãozinho está fadado apassar longos minutos sobrevoando a pista de pouso, que se recusa a permitir a aterrisagem. Mas ese ao passar do peito para o prato fosse permitido ao bebê fazer o que ele já faz desde que nasceu, escolher quando e como se alimentar? é o que preconiza o desmame guiado pelo bebê (blw, nasigla em inglês), estratégia de introdução alimentar popularizada internacionalmente pela consultorabritânica em saúde Gill Rapley, que estará em novembro no Brasil para encontros com pais eprofissionais da saúde. (Veja os links de acesso no final desse texto)A abordagem vem conquistando cada vez mais adeptos na Europa, nos Estados Unidos e, maisrecentemente, no Brasil. Em novembro, o país ganha sua primeira edição do livro Baby Led Weaning, escrito por Rapley com a jornalista Tracey Murkett e traduzido pela Editora Timo. Rapley é a grandeprecursora dos estudos do tema, tendo criado o termo blw e desenvolvido uma série de estratégiaspara sua aplicação. O livro é uma espécie de guia que oferece aos pais orientações sobre comoapresentar alimentos sólidos aos bebês e dicas práticas para que eles desenvolvam sua alimentaçãode maneira confiante e alegre. Weaning é a transição gradual que um bebê faz até deixar de se alimentar exclusivamente de leitematerno, um processo que demora pelo menos seis meses, mas pode levar anos. O livro é sobre oinício desse processo de desmame, desde o primeiro pedaço de comida sólida que o bebê ingere. Esses primeiros alimentos sólidos não substituem o leite materno ou a fórmula láctea infantil, masfazem com que a dieta fique gradualmente mais diversificada. Na maioria das famílias, o desmame éguiado pelos pais, que decidem quando e como seus bebês deverão comer. A ideia do blw épermitir que o bebê guie todo o processo, usando seus instintos e habilidades: em vez de papinhas, são oferecidos legumes, frutas e outros alimentos sólidos em pedaços para que ele próprio os peguecom as mãos e coma de maneira autônoma, abrindo um mundo de boas possibilidades para seudesenvolvimento. Entre os benefícios estão o desenvolvimento da capacidade de mastigação do bebê, de sua destrezamanual e da coordenação entre as mãos e os olhos. Com a ajuda dos pais, ele descobre uma grandevariedade de alimentos saudáveis e aprende importantes habilidades sociais – enquanto comeapenas a quantidade de que precisa, o que diminui as chances de desenvolver sobrepeso na infância. Mas, acima de tudo, ele vai gostar disso e estará mais contente e confiante nas refeições em família. MAIS antigo que papinha. E mais seguroo blw é, como demonstra o livro, fácil, seguro e natural; e, como muitas boas ideias sobre a criaçãodos filhos, não é novidade. A abordagem é possivelmente mais antiga do que dar comida àscolheradas, porque reflete o que os bebês fazem espontaneamente: a curiosidade os leva a exploraro que está ao seu redor, a agarrar objetos e a levá-los à boca. Naturalmente, eles passam a explorar acomida dessa maneira se têm a chance de fazê-lo. A Organização Mundial da Saúde (oms) recomenda a introdução de alimentos sólidos a partir dosseis meses de idade e a maior parte dos países adota essa posição sem recomendações sobre comointroduzir a nova dieta. Um bebê nessa idade tem capacidades diferentes de um de quatro meses, que ainda não é capaz de mastigar e de se alimentar sozinho, precisando que os alimentos sejamtriturados ou que lhe deem comida na boca. Mas, desde que nascem, os bebês sabem qual é aquantidade de comida de que precisam e conseguem responder corretamente ao seu próprioapetite. Essa capacidade continua, a não ser que seja repetidamente contrariada – por exemplo, quando outras pessoas encorajam ou obrigam o bebê a continuar a comer quando ele já está cheio. Estudos que subsidiam o blw demonstraram que a coerção leva a uma maior probabilidade de sefazer más escolhas alimentares nesse importante processo de transição. A abordagem do desmameguiado pelo próprio bebê permite uma transição mais natural e gradual da amamentação para asrefeições em família. "

R$ 62,00 R$ 37,20
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos
  • Site Seguro

Omnisciência Livraria e Editora - CNPJ: 07.146.621/0001-27 © Todos os direitos reservados. 2022